Planeta deve atingir limite de 1,5ºC de alta de temperatura até 2030

Órgão da ONU responsabiliza os seres humanos pelo aquecimento global e afirma que algumas consequências são ‘irreversíveis’

O aquecimento global é pior e mais rápido do que se temia. Por volta de 2030, dez anos antes do que se estimava, poderá alcançar o limite de 1,5 ºC de alta na temperatura, com riscos de desastres “sem precedentes” para a humanidade, já sacudida por ondas de calor e inundações.

Os especialistas do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, sigla em inglês), um orgão da ONU, responsabilizaram os seres humanos por estas alterações e advertiram que não há outra opção além de reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa.

O primeiro relatório de avaliação do IPCC em sete anos, aprovado na sexta-feira (5) por 195 países, analisa cinco cenários de emissões, do mais otimista ao mais pessimista.

Em todos eles, a temperatura do planeta alcançaria o limite de 1,5 ºC de alta na temperatura em relação à era pré-industrial por volta de 2030, dez anos antes do previsto nas estimativas de 2018.

“Este relatório deve pôr fim ao carvão e às energias fósseis antes que destruam o nosso planeta”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, em um comunicado. “As sirenes de alerta são ensurdecedoras: as emissões de gases de efeito estufa geradas pelas energias fósseis e o desmatamento estão asfixiando o nosso planeta”, acrescentou.

Fonte: R7

sobre Ronaldo Glaydson

Check Also

Talibã mata a tiros parente de jornalista da imprensa alemã

Membros do grupo radical teriam comparecido à residência de outros três profissionais da Deutsche Welle. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *