Mundo tem novo recorde diário de casos com 3 milhões de infectados

Dados do “Our World in Data”, ligado a Universidade de Oxford, marcam 3,28 milhões de infectados nas últimas 24 horas.

A variante Ômicron impulsionou mais recorde de novos casos de Covid-19 no mundo. De acordo com dados divulgados nesta terça-feira (11) pelo “Our World in Data”, projeto ligado à universidade inglesa de Oxford, foram registrados 3,28 milhões de infectados na segunda-feira. 

O número é maior que do dia 5 de janeiro, quando foram notificados 2,59 milhões de doentes em um dia, e era o recorde até então.

Os Estados Unidos foram os principais responsáveis pela nova marca, já que foram mais de 1,48 milhões de infectados nas últimas 24 horas, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. Na Europa foram 991 mil novos casos e na Ásia, 400 mil.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a nova cepa deve se tornar predominante no mundo nas próximas semanas. No caso dos países europeus, a organização acredita que 50% da população vai ser infectada pela Ômicron. 

Hans Kluge, diretor da Europa na OMS, afirmou que o ritmo de novo casos indicam essa possibilidade. “Prevê-se que mais de 50% da população da região terá sido infectada com a variante Ômicron nas próximas seis, ou oito, semanas. A cepa apresenta mutações capazes de se fixarem mais facilmente nas células humanas”.

Número de mortes

Diferente das outras ondas da pandemia, agora não é registrada uma elevação no número de mortes. Nas últimas 24 horas, foram 6,4 mil óbitos em todo o planeta, com média móvel de mortes nos últimos 7 dias de 6,3 mil. 

Esse dado é menor do que o registrado no pico da primeira onde, em abril de 2020, quando a média era de 7,1 mil mortes. O recorde de mortes diário foi há quase um ano, em 20 de janeiro de 2021, com 18 mil óbitos.

Fonte: R7

sobre Ronaldo Glaydson

Check Also

Ilha espanhola de La Palma registra 184 terremotos em 24 horas Tremores foram provocados pela …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.