Análise: com dupla retrô na frente, seleção olímpica dá mostras de bom futebol na estreia pelo ouro.

Técnico tem trabalho para ajustes defensivos após relaxamento na segunda etapa.

A puxada para o meio do canhoto Antony pela direita e a infiltração do atacante. Os passes de Bruno Guimarães em profundidade. Matheus Cunha fora da área, com pivô e nas arrancadas pelo meio. A arrumada e o chute colocado de Paulinho. Alguns lances da seleção brasileira olímpica são fruto de entrosamento antigo dessa equipe de André Jardine que goleou a Alemanha por 4 a 2.

Os gols de Richarlison (três) e Paulinho garantiram a vitória na estreia do torneio olímpico masculino. São parte das boas notícias que Jardine leva para o hotel antes do próximo jogo contra Costa do Marfim, no domingo, às 5h30, novamente no estádio Internacional de Yokohama.

Com time remodelado a cada convocação – entre vetos, principalmente, lesões e (olha só!) até liberações inesperadas -, Jardine tem base montada com Douglas Luiz, que foi capitão no início do projeto olímpico em Toulon, e Bruno Guimarães. No ataque, Antony e Matheus Cunha, mais Paulinho, desta vez, no banco. Além de Guilherme Arana, que chegou para não sair mais da equipe.

Fonte: G1

sobre Ronaldo Glaydson

Check Also

É campeão! Fluminense empata com Flamengo e leva o Cariocão

Depois de vencer na ida por 3 a 1, Tricolor segurou a pressão rubro-negra, empatou …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × 2 =