São mil vagas oferecidas, sendo 900 para a PM e 100 para bombeiros.

 

 Foi divulgado o edital do concurso da Polícia Militar da Paraíba e Corpo de Bombeiros Militar, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (23). São mil vagas oferecidas - 900 vagas oferecidas para a PM, sendo 850 para o sexo masculino e 50 vagas para o sexo feminino; e 100 vagas para bombeiros - 90 para sexo masculino e 10 para sexo feminino.

 As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, no site IBFC, no período de 8h do dia 26 de março até as 23h59 do dia 9 de abril, observado o horário de Brasília. A taxa de inscrição pode ser paga até 10 de abril e custa R$ 70.

 As provas previstas são de língua portuguesa, raciocínio lógico, geografia e história da Paraíba, língua estrangeira (inglês ou espanhol), noções básicas de informática e noções de direito e sociologia. A aplicação da prova objetiva está prevista para 29 de abril.

Veja o edital do concurso da PM e Bombeiros da Paraíba.

 Durante o Curso de Formação de Soldados o candidato aprovado recebe bolsa equivalente a um salário mínimo, acrescida de auxílio alimentação. Após conclusão do curso, o salário base passa a ser R$ 3.202,60 (podendo ainda receber adicional por plantão extra remunerado até o valor de R$ 1.319,76), além de gratificações específicas decorrentes do exercício das funções.

 As oportunidades são para cargos de soldado da qualificação de praças combatentes (QPC), da Polícia Militar, e soldado do quadro de praças bombeiro militar combatente. A distribuição das vagas entre os comandos regionais de João Pessoa, Campina Grande e Patos está discriminada no edital.

 O processo será composto de cinco etapas: exame intelectual, de caráter eliminatório e classificatório, realizado pela banca organizadora IBFC; e exames psicológico, de saúde, de aptidão física e de avaliação social, todos com caráter eliminatório.

 Conforme anunciado previamente pelo comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, o concurso público vai contar com a realização de exames toxicológicos. Ainda segundo o comandante, a intenção é de que os policiais aprovados no certame atuem, prioritariamente, em Campina Grande e cidades vizinhas.

 

Fonte: G1/PB

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
Ministro Barroso diz que proibição da condução coercitiva foi 'esforço para desautorizar juízes corajosos'

Ministro Barroso diz que proib…

 Para ele, fim do expediente pode levar a ...

PRF recupera no RN carga roubada na Paraíba avaliada em mais de R$ 400 mil

PRF recupera no RN carga rouba…

 Carga foi recuperada em Goianinha, no Les...

Operações da Lei Seca flagram 120 motoristas sob efeito de álcool no RN

Operações da Lei Seca flagram …

Notificações e prisões aconteceram entre a sext...

'Estamos à beira de um colapso no abastecimento de gás de cozinha no RN', diz Singás

'Estamos à beira de um colapso…

 Segundo presidente do sindicato das empre...

STF aceita denúncia e torna Agripino Maia réu por corrupção, lavagem de dinheiro e uso de documento falso

STF aceita denúncia e torna Ag…

 Senador é acusado pela PGR de ter recebid...

TRE indefere candidatura e invalida eleição suplementar no interior do RN

TRE indefere candidatura e inv…

 Pleito aconteceu no dia 3 de junho passad...

Mãe e filho são assassinados dentro de casa em cidade do interior do RN

Mãe e filho são assassinados d…

 Crime aconteceu nesta terça-feira (12) em...

Análise: quarteto da Seleção se escala para Copa, mas tem questões a responder

Análise: quarteto da Seleção s…

 Atuação do Brasil na vitória sobre a Áust...

Hot topics

Follow us