Níger entrega filho do ditador Muammar Kadhafi à Líbia

Saadi Kadhafi, filho do ex-ditador líbio Muammar Kadhafi (Foto: AFP Photo/Mahmud Turkia/Arquivo)

Segundo um comunicado do governo líbio, Saadi Kadhafi, terceiro filho do ditador Muammar Kadhafi, foi entregue pelas autoridades do Níger, país em que estava refugiado desde setembro de 2011. As informações são da agência EFE.

Saadi, que foi comandante das Forças Especiais líbias, chegou em um avião às 3h30 locais (22h30 de Brasília da quarta-feira) ao aeroporto internacional de Matiga, na capital Trípoli, e foi conduzido a uma prisão, cercado por um forte aparato de segurança.

O governo líbio agradeceu a cooperação do presidente da república do Níger, Mahamadu Isufu, e das autoridades desse país e prometeu que "tratará o acusado de acordo com os princípios da justiça e das medidas internacionais que regem o tratamento dos detidos".

Saadi Kadhafi, filho do ex-ditador líbio Muammar
Kadhafi (Foto: AFP Photo/Mahmud Turkia/Arquivo)

Em dezembro de 2011, o governo mexicano anunciou que tinha frustrado um plano para que Saadi Kadhafi, ex-dirigente da Federação Líbiade Futebol, se estabelecesse com identidade falsa no México com o apoio de uma rede criminosa internacional.

Ele era procurado pela Interpol, a pedido das autoridades líbias, desde 29 de setembro de 2012, acusado de apropriação indevida por meio da força e intimidação armada quando era presidente da Federação Líbia de Futebol.

Em entrevista concedida ao canal internacional árabe Al Arabiya em fevereiro de 2012, assegurava que sua extradição à Líbia poderia acontecer "a qualquer momento", com a finalidade de acabar com "as ações de vingança" que acontecem no país.

Saadi Kadhafi, que chegou a disputar duas partidas como jogador profissional pelo campeonato italiano antes de ser punido por doping, é o segundo filho do ditador Muammar Kadhafi a ser colocado sob custódia das autoridades líbias, depois que Seif al Islam Kadhafi foi preso em novembro de 2011, um mês depois da queda do regime de seu pai.

Dos oito filhos de Kadhafi, três morreram durante o levante popular armado que o derrubou, Mutasim, Khamis e Seif al Arab, e outros três, Mohammed, Aisha e Hanibal fugiram para a Argélia

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
Ministro Barroso diz que proibição da condução coercitiva foi 'esforço para desautorizar juízes corajosos'

Ministro Barroso diz que proib…

 Para ele, fim do expediente pode levar a ...

PRF recupera no RN carga roubada na Paraíba avaliada em mais de R$ 400 mil

PRF recupera no RN carga rouba…

 Carga foi recuperada em Goianinha, no Les...

Operações da Lei Seca flagram 120 motoristas sob efeito de álcool no RN

Operações da Lei Seca flagram …

Notificações e prisões aconteceram entre a sext...

'Estamos à beira de um colapso no abastecimento de gás de cozinha no RN', diz Singás

'Estamos à beira de um colapso…

 Segundo presidente do sindicato das empre...

STF aceita denúncia e torna Agripino Maia réu por corrupção, lavagem de dinheiro e uso de documento falso

STF aceita denúncia e torna Ag…

 Senador é acusado pela PGR de ter recebid...

TRE indefere candidatura e invalida eleição suplementar no interior do RN

TRE indefere candidatura e inv…

 Pleito aconteceu no dia 3 de junho passad...

Mãe e filho são assassinados dentro de casa em cidade do interior do RN

Mãe e filho são assassinados d…

 Crime aconteceu nesta terça-feira (12) em...

Análise: quarteto da Seleção se escala para Copa, mas tem questões a responder

Análise: quarteto da Seleção s…

 Atuação do Brasil na vitória sobre a Áust...

Hot topics

Follow us