Polícia canadense diz que prendeu suspeito de matar agentes em tiroteio

Anúncio da prisão foi feito na conta da Polícia Montada no Twitter.

 

 
 
Homem fortemente armado, que a polícia identificou como Justin Bourque, anda por uma rua de Moncton nesta quinta-feira (5)  (Foto: AP Photo/The Canadian Press, Moncton Times & Transcript, telegraphjournal.com, Viktor Pivovarov)Suspeito nda por uma rua de Moncton nesta quinta
(Foto: AP Photo/The Canadian Press, Moncton Times
& Transcript, telegraphjournal.com, Viktor Pivovarov)

  A Polícia Montada do Canadá anunciou na madrugada desta sexta-feira (6) a prisão de Justin Bourque, suspeito pelo assassinato de três agentes na cidade de Moncton na noite da última quarta-feira (4).

  A polícia canadense informou através do Twitter que "Justin Bourque foi detido às 0h10 locais (mesmo horário de Brasília) em Moncton. Está sob custódia policial. Os moradores do norte de Moncton agora podem sair de suas casas".

  As autoridades canadenses tinham mobilizado centenas de agentes para a captura de Bourque, de 24 anos de idade, em um bairro do norte de Moncton, cidade com cerca de 70 mil habitantes na costa leste do país.

  Segundo a polícia, Bourque foi visto portando pelo menos dois rifles automáticos de grosso calibre e foi o autor de uma emboscada na noite de quarta-feira, por motivos ainda desconhecidos, contra cinco agentes da Polícia Montada, que responderam a uma denúncia de que um indivíduo fortemente armado estava circulando pelas ruas de Moncton.

  Após a troca de tiros, Bourque se escondeu em uma área de floresta no norte de Moncton. A polícia avistou o suspeito em pelo menos três ocasiões, a última no começo da manhã de quinta-feira, mas foi incapaz de deter o suspeito.
As autoridades locais ordenaram o fechamento dos colégios da cidade e a suspensão de vários serviços públicos nesta quinta-feira para facilitar as operações de captura do suspeito.

  A polícia alertou os residentes do norte de Moncton para que permanecessem dentro de suas casas, "com as portas fechadas", enquanto seus agentes bloqueavam todas as estradas da região.
Várias testemunhas que cruzaram com Bourque imediatamente antes ou depois do incidente com os policiais disseram à imprensa local que o suspeito não parecia interessado em atacar o público em geral, mas apenas os agentes de segurança.

  A polícia informou que Bourque não tem antecedentes criminais, mas que o perfil do suspeito no Facebook está cheio de referências a sua paixão pelas armas, sua desconfiança em relação às autoridades e à polícia e mensagens de violência.

Fonte: G1

 

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
Mais de 100 aeronaves e 14 países participam de exercícios de guerra em Natal; veja fotos

Mais de 100 aeronaves e 14 paí…

  Esta é a 8ª edição do Exercício Cruzeiro...

É 'desumano' dar aos mais pobres atendimento sem 'garantia', diz Bolsonaro sobre cubanos

É 'desumano' dar aos mais pobr…

 Presidente eleito voltou a criticar regra...

Quatro freiras sobrevivem a capotamento de carro na BR-427, no RN

Quatro freiras sobrevivem a ca…

 Segundo a PRF, acidente aconteceu na manh...

'Duvidam da nossa formação', diz médico cubano que revalidou diploma no Brasil

'Duvidam da nossa formação', d…

 Osmany Garbey Charadan, de 37 anos, casou...

Corpo de mototaxista é encontrado em mata na Grande Natal

Corpo de mototaxista é encontr…

 Corpo foi achado em Goianinha e suspeita ...

Número de desaparecidos em incêndio no norte na Califórnia passa de 600

Número de desaparecidos em inc…

 Maior parte dos desaparecidos é formada p...

Presos há um ano, deputados custam R$ 6,6 milhões e Alerj nunca discutiu cassação

Presos há um ano, deputados cu…

 Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albert...

Inscrições para concurso da Controladoria Geral do RN são abertas

Inscrições para concurso da Co…

 Prazo começa nesta terça-feira (13) e se ...

Candidato a prefeito em eleição suplementar no RN tem carro atingido por tiros

Candidato a prefeito em eleiçã…

 Crime aconteceu na noite desta segunda (1...

Hot topics

Follow us