PF pede a quebra de sigilo telefônico de Temer, Moreira e Padilha

 Pedido foi feito no inquérito que apura suposto pagamento de propina de R$ 10 milhões combinado em jantar no Palácio do Jaburu, em 2014, segundo delação da Odebrecht.

 

 A Polícia Federal (PF) pediu a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha (MDB-RS), da Casa Civil, e Moreira Franco (MDB-RJ), de Minas e Energia. O Palácio do Planalto disse que não vai comentar o pedido da PF.

 O pedido foi apresentado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga os três emedebistas dentro da Operação Lava Jato. O inquérito apura o suposto de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB, em 2014.

 Com o pedido de quebra de sigilo, a PF pretende rastrear telefonema do presidente e dos dois ministros em data próxima a um encontro no Palácio do Jaburu, residência oficial de Michel Temer, onde teria sido acertado o pagamento pela Odebrecht.

 De acordo com o depoimento do delator Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht, ao Ministério Público Federal (MPF), o presidente Michel Temer pediu, em 2014, R$ 10 milhões ao empreiteiro Marcelo Odebrecht.

 Segundo Melo Filho, quando Temer ocupava a Vice-Presidência da República, ele compareceu a um jantar no Palácio do Jaburu, com a participação de Marcelo Odebrecht, e do ministro Eliseu Padilha. Ainda de acordo com o delator, neste encontro Temer solicitou "direta e pessoalmente" a Marcelo Odebrecht apoio financeiro para as campanhas do MDB em 2014.

 Sobre esse assunto, o presidente já admitiu que houve o jantar, mas sempre disse que não falaram de valores. Quando este depoimento se tornou conhecido, o Palácio do Planalto divulgou nota informando que o presidente Michel Temer "repudia com veemência" o conteúdo da delação de Melo Filho.

Quebra de sigilo

 O inquérito que investiga o suposto pagamento dos R$ 10 milhões foi aberto no ano passado, mas Temer só foi incluído entre os investigados em março deste ano.

 A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra o pedido da PF para quebra de sigilo telefônico do presidente. Porém, se manifestou a favor da quebra de sigilo dos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. Raquel Dodge considerou que não há indícios consistentes, até agora, contra o presidente para deferir a medida.

 No inquérito dos portos, em que Temer também é investigado, a PF pediu quebras de sigilos bancários. A PGR foi contra, mas o ministro Luis Roberto Barroso, relator do inquérito no STF, autorizou a quebra de sigilo do presidente Michel Temer, atendendo pedido da PF.

 No caso do inquérito sobre suposta propina da Odebrecht ao MDB, a decisão sobre a quebra de sigilo caberá ao ministro Fachin.

 

Fonte: G1

 

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
'Poder popular não precisa mais de intermediação', diz Bolsonaro no discurso da diplomação

'Poder popular não precisa mai…

 No discurso, Bolsonaro elogiou Justiça El...

Filho de Bolsonaro diz que não está decidido se Direitos Humanos seguirá como ministério

Filho de Bolsonaro diz que não…

 "Nem está decidido se realmente vai ter e...

Segunda Turma do STF decide nesta terça-feira se concede liberdade a Lula

Segunda Turma do STF decide ne…

 Defesa do ex-presidente apresentou novo p...

Árvore e Natal de Mirassol é acesa com programação cultural

Árvore e Natal de Mirassol é a…

 Com 112 metros de altura, estrutura tem c...

Guarda municipal e mulher são baleados em tentativa de assalto no litoral Sul do RN

Guarda municipal e mulher são …

 Crime aconteceu em Pirangi do Sul, nesta ...

Comerciante é assassinado a tiros na Zona Norte de Natal

Comerciante é assassinado a ti…

 Crime aconteceu na noite desta segunda-fe...

Robinson Faria é condenado por conduta vedada durante as eleições 2018 no RN

Robinson Faria é condenado por…

 Governador terá que pagar multa de R$ 7.5...

Marília Mendonça faz show surpresa em Natal

Marília Mendonça faz show surp…

 Cantora chegou à capital potiguar com a a...

Polícia Civil prende suspeito de matar mulher com tiros no rosto em Macaíba, RN

Polícia Civil prende suspeito …

 Crime aconteceu no dia 17 de setembro. Ví...

Hot topics

Follow us