Governo do RN decreta calamidade na Segurança Pública

Publicação saiu neste sábado (6) e é válida por 180 dias.

 

 O Governo do Rio Grande do Norte decretou estado de calamidade no sistema de Segurança Pública do Estado. De acordo com o decreto, datado desta sexta-feira (5) e publicado no Diário Oficial neste sábado (6), o motivo é a greve dos policiais civis e militares e o aumento da violência.

 “Considerando o aumento dos índices de violência decorrente da paralisação das atividades dos policiais militares e civis, consoante os dados expedidos pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social”, argumenta o governador Robinson Faria no decreto.

 De acordo com a publicação, enquanto perdurar a situação, ficam disponíveis para atendimento aos serviços necessários do Sistema de Segurança Pública todos os bens, serviços e servidores da Administração Pública Direta ou Indireta.

 Os órgãos da Segurança ficam autorizados a contratar "quaisquer serviços e bens disponíveis, públicos ou privados, com vistas ao reestabelecimento da normalidade no atendimento aos serviços de segurança pública".

 A vigência do decreto é de 180 dias a serem contados a partir deste sábado (6). O Rio Grande do Norte também está em situação de calamidade na Saúde Pública e no Sistema Prisional do Estado. No RN,153 cidades também estão em situação de emergência por causa da seca.

Onda de violência

 O estado passou por uma onda de arrombamentos, durante uma greve de policiais militares, civis e do Corpo de Bombeiros, iniciada no dia 19 de dezembro de 2017. Vários arrombamentos e assaltos foram registrados nos primeiros dias. A Justiça considerou o movimento ilegal e determinou o retorno dos policiais ao trabalho, bem como a prisão de militares que incentivassem a paralisação, mas as categorias permaneceram em greve. Ninguém foi preso até o momento.

 Para reforçar a segurança do estado, o governo federal enviou 2,8 mil homens das Forças Armadas. Desde a chegada dos militares, na sexta-feira (29), houve redução do registros da crimes no estado, segundo o comandante da operação Potiguar III, general Rinauto Fernandes.

 

Fonte: G1/RN

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
Pesquisa Datafolha de 20 de setembro para presidente por sexo, idade, escolaridade, renda, cor, religião e região

Pesquisa Datafolha de 20 de se…

 Confira os números da pesquisa por segmen...

Homem é preso em flagrante em um desmanche de motos na Zona Oeste de Natal

Homem é preso em flagrante em …

 Polícia Militar conseguiu identificar peç...

Servidores fantasmas da Assembleia Legislativa do RN recebem Bolsa Família, diz MP

Servidores fantasmas da Assemb…

 Eles são investigados na Operação Canastr...

PM prende dois casais durante arrastão em uma casa na Grande Natal

PM prende dois casais durante …

 Crime aconteceu na noite desta quarta-fei...

Casal assalta bancário e filha em praça no Tirol

Casal assalta bancário e filha…

 Uma das vítimas teve o veículo roubado pe...

Dois são presos e material usado para arrombar caixas eletrônicos apreendido em Parnamirim, RN

Dois são presos e material usa…

 Prisão foi feita pelo Batalhão de Choque ...

Jogador brasileiro de vôlei é encontrado morto na Espanha

Jogador brasileiro de vôlei é …

 Vinicius Noronha, de 26 anos, tem morte c...

Bolsonaro segue estável e 'com função intestinal em recuperação', diz boletim médico

Bolsonaro segue estável e 'com…

 Candidato do PSL comentou nas redes socia...

Jair Bolsonaro passa por nova cirurgia em SP; candidato passa bem

Jair Bolsonaro passa por nova …

 Procedimento durou cerca de 1 hora e foi ...

Hot topics

Follow us